Vou listar aqui 5 dos maiores vilões que eu me lembro de cabeça e explicar o porquê de eu considerar cada um grandes vilões. A ordem foi um pouco difícil de se ajustar por isso não levem em consideração o ranqueamento.

5 – Darth Maul

Comic Review: Star Wars: Age of Republic: Darth Maul - Fantha Tracks

Tá aí um puta personagem extremamente subaproveitado na franquia de filmes. Darth Maul é um dos meus personagens favoritos no geral, o design dele é muito bom e as histórias com ele num geral são bem legais também.

Darth Maul também não é um grande vilão quando se trata de concepção e motivações, mas como muita coisa no universo de Star Wars a gente apenas aceita a parte ideológica dele sobre a filosofia Sith e tudo mais e vambora. Todos que estão no lado negro da força são rotulados como vilões, mas no caso de Maul ele é quase a manifestação da maldade de forma sólida. Apesar dele ter morrido nos filmes ele voltou a aparecer nos quadrinhos (claro, personagem FODA) onde ele ressuscitou na força do ÓDIO.

 

4 – Tetsuo

Akira: filme baseado em mangá japonês tem produção adiada novamente

Indo pro mangá agora eu me recordo muito de como o Tetsuo foi um vilão que me deixou apreensivo. Imagina só, o cara era só um adolescente, vândalo, sem futuro, revoltado com tudo e todos que do nada adquire poderes quase divinos. Só pode dar merda né? Como se não bastasse ele representar algum perigo ele ainda vai atrás da maior arma de destruição em massa até então conhecida: o Akira. Tetsuo além de um vilão poderoso e forte ele também é manipulador, ele não só tinha o Akira sobre seu controle como ele mudou o status quo da sociedade em Neo-Tóqui. Ele podia não ter poder o suficiente para destruir Neo-Tóquio ou outras nações, mas ele sabia onde conseguir e foi lá e fez isso.

Não bastava tudo isso os protagonistas da história são pessoas normais, tá elas conseguem ajuda de algumas crianças enrugadas mas né, em nenhum momento você bota fé de que a galera vai conseguir parar o cara. Eu ia lendo sempre pensando “é já era pro mundo.”

 

3 – Pain

Six Paths of Pain | Narutopedia | Fandom

Quando começou o Shippuden já fica claro que o nível de poder da galera foi elevado à enésima potência. No primeiro conflito com um membro da Akatsuki a gente já tem que lidar com um doidão que manipula um milhão de marionetes ao mesmo tempo. Depois disso é só monstruosidade e a maior delas com certeza foi o Pain.

O nível de poder do personagem é uma coisa colossal. Começa que ele na verdade são seis pessoas que na verdade são uma pessoa só que controla os seis de outro lugar, ou seja, o original fica em segurança. Depois, o cara ainda tem um leque absurdo de poderes diferentes em cada corpo que manipula, dando a ele um arsenal fudido para lidar com qualquer situação. Terceiro que ele, em uma cena memorável, mata um dos ninjas mais poderosos que existiam (Jiraya). Ele sozinho invade Konoha, enfia a porrada em geral matando o Kakashi também e não satisfeito ele oblitera a existência da vila com um só poder. Pain entra na lista por ser um vilão com uma escala de poder tão absurda que te deixa ansioso para saber quais serão as respostas que os personagens vão tirar a cada episódio.

 

2 – Joker o palhaço

Steam Community :: Guide :: Beating the Joker on Hard

Diametralmente oposto em relação a um personagem com bom embasamento e motivações nós temos o Coringa. Eu não acho que ele seja bem construído como vilão nesse sentido, ele é simplesmente um psicopata doente mental com recursos para fazer o mau. Tirando toda a discussão teórica sobre psicologia e projeção de sentimentos e sobre como a existência do personagem é um contraponto à existência do Batman e blablabla ele é no fundo só mais um nêmesis desde a sua concepção.

Mas o grande barato do Coringa e o motivo dele estar nessa lista é o trabalho que alguns roteiristas fizeram: o Coringa leva o Batman ao seu extremo. Talvez o caso mais conhecido seja em A Piada Mortal onde depois de deixar a Bárbara Gordon paraplégica e cagar com a vida do Comissário Gordon ele tenta manipular o Batman de modo que ele perca o controle sobre si mesmo e sobre sua própria ética.

 

1 – Magneto

X-Men: Mutant Apocalypse review — Kelleher Bros.

Quem nunca se pegou lendo os embates entre o professor Xavier e o Magneto e pensou “ora, mas esse cara não tá tão errado assim!”

Pois é, isso é o que faz do Magneto um grande vilão e muito memorável. O fato dele ter todo um embasamento argumentativo para agir da maneira que age nos dá uma noção de tridimensionalidade: o cara é sobrevivente do holocausto, membro de uma comunidade perseguida ALÉM de mutante, ele viveu e presenciou grandes barbáries da humanidade. Isso faz dele coeso e sai da mesmice dos vilões serem vilões por simplesmente fazerem o mau. Inclusive, encaixar o professor X no papel de vilão é tão fácil quanto falar isso do Magneto, o cara já manipulou inúmeras vezes a mente dos próprios alunos e até mesmo da humanidade. Tá, ninguém exatamente morreu com isso mas depois dessa QUEM É ELE pra falar do caráter de alguém.