Seguindo nossa tradição (bem recente) de críticas de filmes de terror tivemos o prazer de contar com a presença de uma querida amiga nossa na cabine de Annabelle 3 e aqui está a opinião da mesma sobre o filme (que segundo ela é horrível mas como ganhou brinde, resolveu falar bem (essa parte é brincadeira)).


Por Haydée Alves Martignoni

 

O terceiro filme da franquia Annabelle, do universo de Invocação do Mal, chegou aos cinemas hoje e o que você deve esperar dele? Bem… Vejamos:

 

Pra começar, de forma direta, o longa é o melhor dos três (da franquia Annabelle), utiliza muito bem o “clima de tensão”, seja através da trilha sonora ou do enquadramento das cenas, prova disso é que por muitas vezes você se verá (assim como eu me vi) agarrada na poltrona esperando o que vai acontecer e não acontece, para logo em seguida (quando você está mais relaxado) tomar um susto. Sim o filme utiliza bastante o jumpscare como aposta para sustos costumeiros na franquia.

Olha o susto… é mentira!

 

Além disso no longa, vemos a apresentação de uma nova “turma sobrenatural” (será que teremos um novo arco?), claro que não dá pra se aprofundar muito na história de cada personagem, mas o que nos é apresentado já o suficiente para entender (e engolir) a interação entre eles e as pessoas vivas e qualquer um deles daria um bom filme solo (apesar se eu ter minha personagem favorita).

Resultado de imagem para annabelle gif

 

Passamos a entender melhor o que é o capeta a Annabelle e qual o seu objetivo, no entanto isso só é totalmente entendido por quem assistiu todos os filmes desse universo, pois há muitas referências aos demais filmes que vão amarrando a história e explicando fatos ocorridos nos anteriores, o que deixa a narrativa bem mais interessante, mas mesmo quem não viu os outros filmes vai gostar desse, ser fã da franquia não é um requisito necessário para aproveita-lo.

 

Resultado de imagem para annabelle gif

Não há muito o que falar sobre o filme sem acabar entregando o seu enredo de bandeja, mas para quem espera ver mais uma batalha entre o mal e o casal Warren… Vai se desapontar, nesse filme o foco é a filha deles (que é tão ou mais bad ass que a mãe) e a sua relação com o sobrenatural.

Claro que há os clichês desse tipo de filme e até momentos engraçados, mas no geral é um bom filme de terror, que atende ao seu propósito e vale a pena a ida ao cinema.

Não espere uma obra de arte ao estilo Hitchcock, é um filme pra entreter e assustar e da continuação ao universo de James Wan que vem se estabelecendo na atualidade como o principal para o gênero.

 


Encontre Haydée no Facebook e no Instagram.
Veja também nossa crítica de A Maldição da Chorona.
Curta nossa página no Facebook.
E ouça nosso Podcast!

 

Acompanhe o site e a página, para novas reviews de Haydée e companhia.